22 de janeiro de 2010

A LITURGIA DA VIDA


O sentido mais comum que damos ao termo “liturgia” é aquilo que se entende ou relaciona-se à ordem do culto. Quero, entretanto, usá-lo de outra forma. A palavra liturgia não se originou na igreja. “No mundo grego, ela se referia ao serviço público, aquilo que um cidadão fazia pela comunidade. Quando a igreja usava o termo em relação à adoração, ela mantinha esta conotação de ‘serviço público’- Trabalhando em favor da comunidade ou seguindo ordens de Deus” (Peterson: 2004).

A liturgia da vida é aquela que ultrapassa as paredes do templo. Ela é a contínua atitude de serviço a Deus e ao próximo. É quando não há diferença entre o que pensamos ou falamos de Deus dentro da igreja ou fora dela. Quando vivenciamos nossa vida cristã nos lugares menos prováveis ou esperados estamos executando esta liturgia.

Caixa de texto: A liturgia da vida é aquela que ultrapassa as paredes do templo. Ela é a contínua atitude de serviço a Deus e ao próximo.

Somos convidados a sermos cristãos litúrgicos. Nosso serviço de culto a Deus não termina no domingo à noite. O que deveríamos fazer é imprimir cada parte de nossa relação com Deus nas páginas de nosso dia-a-dia.

Mas como isso se dá na prática? Quando levamos Deus e sua Palavra ao mundo nós fazemos com que o mundo e toda a criação de Deus retornem a Ele e sua Palavra. Fazemos isso quando socorremos alguém que está caindo ou não pode andar; quando oferecemos uma mão amiga para ajudar em alguma situação; quando nos importamos ao ponto agir em favor de um conhecido (ou mais que isso); quando nos calamos ao invés de dar lugar a ira humana; enfim, quando praticamos o que nos cultos cantamos ou prometemos.

Levar Deus ao mundo e o mundo a Deus é, não só a tarefa, mas a conseqüência de quem aceita que sua vida também seja uma liturgia. Ele ou ela irão tornar o seu serviço a Deus, um serviço público e ao público.

Com carinho, Pr Marcelo

4 comentários:

Verônica Valença disse...

Olá Pastor Marcelo!
Eu sou assistente de pesquisa do Professor Dr Jose Pedro Simões da UFRJ, que está coordenando um pesquisa entitulado "assistência religiosa no sistema socioeducativo brasileiro" realizada pelo ISER (Instituto de Estudos da religião) em parceria com a Secretaria Especial de Direitos Humanos. E gostariamos de entrar em contato com o Senhor com intuito de obter informações sobre sua tese de mestrado "A Religião na Caserna: o Papel do Capelão Militar".

Desde já agradeço a atenção
Verônica Valença

Verônica Valença disse...

Desculpe-me! Esqueci de deixar meu contato veronica_vsrj@yahoo.com.br.
Mais uma vez agradeço a atenção

Anônimo disse...

Hey Guys

Well this is my introduction to all of you here at www.blogger.com[url=http://sportsnewspo.info/forum].[/url] I just hope I can manage to contribute something to the awesome discussions that take place here[url=http://celeberitygossipvi.info/].[/url][url=http://peweirdcrazymemories.info/].[/url]

I lokk forward to participating in the awesome community[url=http://behindthescenesra.info/].[/url][url=http://sutrendytopics.info/].[/url]

JOSUÉ disse...

Bem meu mano! Agora não passo para comentar as dilétas mensagens, mas para convida-lo a visitar meu blog, criado recentemente… Um espaço criado para tentar mostrar que dentro da religião cristiana, existe dois lados, o humano e o desumano… Esse é o trabalho.

Ja estou seguindo esse blog.

Abraço.

http://www.emterradecego11.blogspot.com